terça-feira, 3 de março de 2015

Davi, arrependimento e perdão

Há os que atribuem as desgraças na família de Davi ao seu pecado com Bate-Seba.

Porém, quando lemos as escrituras, notamos claramente que a questão de Bate-Seba encerra-se com o arrependimento de Davi. Ao lermos 2 Samuel 12.24 entendemos isso. O nascimento de Salomão marca uma nova etapa na vida de Davi.

As consequências que Davi enfrentaria, por causa de seu pecado, seriam guerras constantes e o que Absalão fez com as suas concubinas publicamente (2 Samuel 12:11-1216:21-22).

O estupro de Tamar, a morte de Amnom, a sedição e morte de Absalão não tiveram nenhuma conexão com o que aconteceu antes, ou seja, com o pecado dele.

Davi não deixou de ser o ungido do Senhor. O próprio Deus dá testemunho dele a Salomão: "E, se andares nos meus caminhos, guardando os meus estatutos, e os meus mandamentos, como andou Davi teu pai, também prolongarei os teus dias." (1 Reis 3:14 - grifo meu; leia também 1 Reis 11:38).

É bem verdade que Davi não é nenhum exemplo para nós hoje. Como marido e pai ele deixou muito a desejar!

Mas as promessas de Deus não deixaram de se cumprir em sua vida porque ele "pisou na bola". Deus não age como o homem! Deus perdoou, está perdoado! "Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro." (Isaías 43:25).  "De seus pecados e de suas prevaricações não me lembrarei mais." (Hebreus 8:12). "E jamais me lembrarei de seus pecados e de suas iniqüidades." (Hebreus 10:17).

Nós lembramos! Claro, não sofremos de amnésia.

Mas, enquanto nos lembramos dos pecados alheios Deus faz questão de se esquecer dos nossos, mesmo sendo o Todo-Poderoso, o Deus que tudo sabe e tudo conhece!

Deus age assim porque sabe quem somos e conhece os nossos corações. Ele olha o interior e sabe quem de fato se arrepende e quer uma nova oportunidade na vida. Davi demonstrou arrependimento sincero, basta ler os Salmos 32 e 51 para constatar isso.

Consequências do pecado sempre haverá, até porque Deus não tem o culpado por inocente, mas quem se arrepende, confessa e deixa alcança misericórdia.

Simples assim! 










Nenhum comentário: