quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Ganhar almas!

Estou "incafifado" com a expressão "ganhar almas", da forma como ela é usada pelas denominações cristãs!
A origem da expressão está em Provérbios 11.30, "o que ganha almas é sábio".
Pesquisei em toda a bíblia em busca de outra passagem com a mesma expressão ou semelhante e não encontrei.
Bem, encontrei "pregai o Evangelho a toda criatura", "fazei discípulos", "conduzir a Cristo",  "de bom grado receberam a palavra", "agregaram-se quase três mil almas", "apiedai-vos de alguns", "arrebatando-os do fogo", etc.
Antes de mais nada, devo esclarecer que não sou contra o "ganhar almas", ou seja, o evangelismo e o testemunho cristão.
Sou contra a contabilidade de algumas denominações cristãs que realizam trabalhos de evangelismo e propagação do evangelho e no final dizem: "tantas almas foram ganhas"! Não creio que isso seja verdade!
Para mim, ganhar almas é "fazer discípulos".
Somente posso afirmar que ganhei uma alma para Cristo, quando essa "alma" (pessoa, seria uma expressão melhor, creio eu) torna-se um(a) verdadeiro(a) "discípulo(a)" de Jesus Cristo.
Sabe por que? Dessas "tantas almas" que são "ganhas" em eventos ou campanhas evangelísticas, nem 5% passam a frequentar a igreja. Digo isso por experiência!
Mas a propaganda faz bem para a denominação que realiza o evento!
"Resgataram" almas que estavam indo para o inferno! Será isso verdade?!
Eu creio que seria eficaz se cada igreja tivesse um programa de discipulado que pudesse ensinar as pessoas a serem seguidores de Cristo. Eu sei, costumam-se dizer que há a pescaria com "tarrafa" ou rede, e nesse tipo de "pescaria", vem "peixes" de todo o tipo. "Bons" e "ruins"! E há a pescaria com anzol, um a um.
Mas, venhamos e convenhamos, isso não é GANHAR ALMAS!
E, sejamos sinceros, Jesus não mandou ninguém "ganhar almas", mas PREGAR o Evangelho e FAZER discípulos de todas as nações! Tá certo, admitindo que "fazer discípulo" é o mesmo que "ganhar almas", então posso aceitar a expressão.
Pregar é jogar a semente nos terrenos, em todos os terrenos a semente pode germinar, mas em poucos dará fruto! Ou seja, nem todos se tornarão DISCÍPULOS!
Pregar é o dever de todo cristão! Paulo disse "ai de mim, se não anunciar o evangelho!". Pregar é anunciar, é proclamar, é falar aos povos as maravilhas do Evangelho de Cristo e da salvação!
Mas para a semente produzir é preciso cuidar do "terreno" (da pessoa). Ensinar, orientar, guiar, conduzir, firmar!
Então, sejamos sábios, como está em Provérbios, e GANHEMOS almas!

Estou cansado!

Estou cansado!
Estou cansado de "professos" cristãos que não sabem distinguir entre os ensinos de Cristo e os idealizadores de novas teologias cheias de ensinos humanos e heréticos! Entre essas, a confissão positiva e a da prosperidade!
Estou cansado de falsos irmãos, que falam manso e fingem ser nossos amigos, mas por trás nos apunhalam!
Estou cansado de pregações de "autoajuda" mas que não têm nada de ajuda do Alto!
Estou cansado de pastores, bispos, "apóstolos" e agregados que enriquecem à custa da boa fé do povo que não sabe distinguir "entre a sua mão direita e a sua mão esquerda" (Jonas 4.11)!
Estou cansado destes que usam o nome de Cristo e do Evangelho para se darem bem na vida!
Estou cansado de mega-igrejas e ministérios que não se preocupam com os pobres e desfavorecidos da sociedade!
Estou cansado de "cristãos" que não sabem perdoar e ainda assim se dizem seguidores de Cristo!
Estou cansado de "cristãos" que querem ver o "fogo do céu" descer sobre os pecadores, incluindo cristãos que tropeçam!
Estou cansado de pessoas que dizem ser nossos amigos, mas que nos abandonam quando mais precisamos deles!
Estou cansado dos que se aproximam de nós quando podemos lhes oferecer algo, mas que se afastam quando não temos mais condições de lhes oferecer o que querem!
Estou cansado da hipocrisia de tantos cristãos!
Maranata! Ora vem, Senhor Jesus!


terça-feira, 14 de agosto de 2012

Esquecendo-se das coisas que para atrás ficaram

"Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus" 
(Filipenses 3:13,14 NVI).

As coisas que passaram, passaram! 
O passado pode ter sido doloroso, difícil e complicado, mas é passado!
Pode ter sido alegre, maravilhoso e extradiordinário, mas é passado!
Ninguém pode viver do passado!
A vida é dinâmica, as coisas mudam, se adaptam, se renovam!
Viver lamentando, reclamando ou ficar parado no passado impede a vida.
O que passou, passou! Não volta mais!
PERDÃO é a palavra que deve ser aplicada a qualquer situação ou circunstância traumática vivida!
Perdoar os outros e perdoar a si mesmo é a chave que abre novas oportunidades para a vida!
As seqüelas podem ficar, mas é preciso superá-las e aprender a viver com elas.
É para a frente que devemos olhar.
Novas oportunidades virão. 
Faça o melhor, seja melhor, aprenda com os seus erros e os horizontes se abrirão.
Jesus sempre dizia: "vai e não peques mais", ou seja, não repita os erros cometidos e seja melhor!
Tente, é possível!