segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Conhece-te a ti mesmo

Este famoso aforismo grego, usado muitas vezes por Sócrates na sua maiêutica nos leva a refletir sobre quem somos de fato.

Conhecer-se não é fácil. Pensamos que nos conhecemos até o momento em que nos defrontamos com alguma situação em que agimos de uma forma que jamais imaginaríamos.

A Bíblia, no entanto, nos diz claramente quem somos: pecadores que precisamos desesperadamente de perdão e salvação, porque não há nenhum bom, que faça o bem e busque a Deus (Sl 14.1-3). O problema está em reconhecer isso.

Claro, hoje podemos nos reconciliar com Deus através de Jesus Cristo. Mas, mesmo conhecendo a Cristo e servindo-o da melhor maneira possível, é preciso avaliar-se constantemente. "Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia."  (1 Coríntios 10.12).

O conhecimento de si mesmo deve levar a pessoa a uma dependência completa e total de Deus. Conhecendo-nos podemos descobrir coisas espantosas ao nosso respeito. 

Já me peguei várias vezes diante do espelho, olhando para o meu rosto e perguntando-me: quem sou eu? E sabe a resposta? Não tenho resposta, e isso me leva a depender de Deus 24 horas por dia. Mas uma coisa eu sei: não sou bom, porque só há um que é bom: DEUS.

Assim, entrego-me ao meu Salvador Jesus Cristo e deixo que Ele cuide de mim e me transforme, pelo Espírito Santo, à sua imagem e isso cada dia de minha vida aqui na terra!

Shalom Adonai.

Um comentário:

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Graça e paz!

Lembrei-me agora da hora da Ceia.

Quanta gente nesta ocasião cria ilusões achando que não vai mais cometer certos pecados enquanto outros se excluem a si mesmos do memorial do nosso Senhor.

Contudo, ninguém conheceu melhor a natureza humana do que Jesus. Acredito que, naquela Ceia, além de saber que Judas o trairia e que Pedro o negaria, o Senhor também já esperava que todos os seus apóstolos o deixariam no momento da prisão. Mas ainda assim ele distribuiu o pão da comunhão.

Se não consigo conhecer-me na totalidade como realmente sou, graças a Deus porque Ele me conhece e sonda o meu coração. E, se o meu coração me condena, maior é Deus do que o meu coração e sabe todas as coisas.

Shalon!