quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Caminhos...

"Há caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte" (Pv 14.12).


Nossa vida é um caminhar constante. Estamos caminhando em várias direções. Nossos caminhos podem ser bons ou ruins, dependendo de nossas ações e decisões. Há caminhos que pensamos serem bons, e, inicialmente, são até bons aos nossos olhos, mas na medida em que caminhamos neles, tornam-se tortuosos. São decisões que tomamos ou ações que fazemos que marcam nossas vidas para sempre. Podemos caminhar no caminho bom a vida toda, mas ao tomarmos um "atalho" errado, manchamos ou estragamos todo o nosso caminhar. É como se aquele atalho tivesse feito parte de todo o nosso caminhar, mesmo que nunca realmente tivesse feito. São caminhos terríveis esses atalhos da vida! Não valem a pena caminhar neles!
O melhor que fazemos em nosso caminhar é "entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nele, e ele tudo fará" (Sl 37.5). Se assim não for, caminharemos por caminhos que parecem bons, mas o final deles são caminhos de morte!
Desta forma, devemos observar o que o sábio já havia observado antes: "Na vereda da justiça está a vida, e no caminho da sua carreira não há morte"  (Pv 12.28), e ouvir a voz de Deus dizendo: "Este é o caminho, andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda."  (Is 30.21). E que caminho é este? "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim"(Jo 14.6).
Assim, deixemos os nossos próprios caminhos e caminhemos no CAMINHO que nos conduzirá à vida eterna!


Nenhum comentário: