quarta-feira, 12 de maio de 2010

A Cabana

Um comentário:

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Eu li "A Cabana" e recomendo. O livro não tem a pretensão de explicar o mistério da Trindade. Trata-se de uma ficção e penso que não podemos tentar reprimir a liberdade do escritor na maneira como passa a sua mensagem. No mesmo sentido, faço menção do fantástico romance "As Crônicas de Nárnia" de C. S. Lewis, o qual ensina de uma maneira inteligentíssima o significado do sacrifício de Jesus para as crianças em "O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa". Em "A Cabana" parece-me que o autor procura focar no relacionamento entre o homem com Deus e apresenta o Pai também como a Mãe, sendo que Deus nos ama mais do que uma mulher a seus próprios filhos que gerou. Enfim, não podemos é confundir "A Cabana" com um livro de Teologia, pois se trata de uma ficção que considero bastante edificante.