sábado, 7 de novembro de 2009

Não me envergonho do Evangelho (verdadeiro)...

"Não me envergonho do evangelho..." (Rm 1.16).
Paulo refere-se ao verdadeiro evangelho de Cristo, o evangelho que transforma, que santifica, que nos mostra o caminho do céu, entre outras coisas verdadeiras e bíblicas.
Hoje, em pleno século XXI, o que vemos alguns chamarem de evangelho é uma verdadeira "vergonha". Desse evangelho devemos sim nos envergonhar. O "evangelho" da facilidade, da prosperidade, do triunfalismo. O evangelho que não prega a necessidade de arrependimento de pecados, contrariando a pregação do próprio Cristo (Mc 1.15), o evangelho que não prega a necessidade da novidade de vida, da vida santa e consagrada a Deus, da renúncia. Esse evangelho é vergonhoso. Esse não é o evangelho de Cristo, mas sim um "outro evangelho" (Gl 1.9). Desse eu me envergonho.
Mas o verdadeiro evangelho eu prego, ensino, vivo e defendo, pois dele não me envergonho.
A Deus seja a glória!

Nenhum comentário: